Síndrome do Ninho Vazio: Perguntas e Respostas

images

O que é a síndrome do ninho vazio e quem é acometido pelo problema?

– A Síndrome do Ninho Vazio ou SNV ocorre quando os filhos adultos saem de casa: seja para morar fora, se casarem, viajarem, etc e os pais sentem o vazio em casa. Tanto o pai quanto a mãe podem ser acometidos pela síndrome do ninho vazio, embora a incidência maior ocorra em mulheres que dedicaram suas vidas exclusivamente ao cuidado dos filhos e não exerceram outros papéis além o de serem mães.

Quais são as principais características para diagnosticar a síndrome?

– Percebemos fortes indícios da presença da Síndrome do Ninho Vazio quando há tristeza associada a fortes sentimentos de vazio ao se deparar com a ausência dos filhos adultos em casa, e os pais não conseguem reestabelecer a rotina diária, não tem mais objetivos na vida, sentem ansiedade, irritabilidade, sensação de inutilidade, insatisfação com a própria vida e também pode vir a adoecer fisicamente.

Esse problema costuma ser de curta duração ou existem pessoas que precisam de tratamento prolongado para se livrar desse tipo de problema?

– Algumas pessoas poderão se recuperar mais rápido que outras. Um dos fatores seria o motivo da saída dos filhos da casa: casamento, fazer faculdade, novo emprego; que poderão ser vistos como situações positivas, neste caso a fase poderá ser superada com maior tranquilidade; já no caso de brigas/ desavenças ou morte, o sofrimento poderá se estender mais ou até mesmo não ser minimizado. Outro fator que devemos considerar é que algumas pessoas poderão sofrer mais devido a características da personalidade, a maior fragilidade emocional, ao período em que estão passando (climatério, no caso de mulheres, por exemplo) e precisariam de um tempo maior para se restabelecerem.

Qual o papel do companheiro (a) nessa recuperação e valorização da autoestima e da nova rotina?

– O cônjuge tem papel fundamental nessa fase delicada: precisa haver a paciência, apoio, compreensão, afeto e companheirismo de um para com o outro. É o momento em que o casal deve se unir mais, reconstruir a parceria e cumplicidade, estabelecer mais diálogo, fazer novos planos, retomarem a vida a dois, se redescobrirem, valorizar e elogiar o companheiro (a) que muitas vezes esta se sentindo inútil e desamparado.

A situação é bem mais complicada quando a pessoa mora sozinha com os filhos?

– Neste caso o sentimento de solidão pode sim aumentar, principalmente se a pessoa se anulou e estabeleceu relação de dependência com seu filho, pois pode não ter em quem se apoiar (ou não ter forças para buscar apoio).

Como os filhos podem ajudar os pais nessa etapa de aceitação de uma realidade diferente da que eles viviam?

– É importante que os filhos compreendam esse momento delicado pelo qual os pais estão passando e mantenham uma proximidade através dos meios de comunicação (telefonemas, mensagens, redes sociais), façam visitas periódicas, combinem almoços ou jantares, procure dialogar sobre essa mudança. Os filhos também podem incentivar os pais a buscarem um objetivo de vida pessoal. É importante que estes se sinta acolhidos e entendam que não foram abandonados.

A síndrome do ninho vazio pode se transformar em depressão e gerar afastamento social?

– Sim. Quando o silêncio de uma casa que antes era cheia e agora é tão quieta, quando a solidão invade e causa dor, melancolia, desânimo. Também se a mãe estiver no período do climatério (menopausa), a mulher pode associar como sinal de envelhecimento. Todas essas sensações podem levar à depressão e como consequência ao isolamento social.

É possível refazer a vida depois de passar pela síndrome do ninho vazio? A auto estima está intimamente ligada a esse processo?

– Sim. Tenha em mente de que essa é uma fase de sua vida como foram tantas outras e sua duração se estende até a inclusão de uma nova ordem familiar. Quanto melhor você estiver consigo próprio(a) e com a auto estima elevada ficará mais fácil esse processo, pois você conseguirá enxergar as coisas sob um novo ângulo e estará mais disposto(a) a refazer sua vida.

Dicas para que os pais possam lidar com essa nova fase:

– Evite se fechar em seu mundo. Procure conversar com outras pessoas que também passaram ou estão passando pela mesma situação;

– Faça novas amizades;

– Descubra coisas que lhe dão prazer;

– Faça coisas por você;

– Tenha hobbies;

– Aproveite o tempo livre;

– Trace metas e objetivos para sua vida;

– Avalie as suas conquistas;

– Pratique alguma atividade física;

– Adote um animal de estimação;

– Se necessário procure ajuda especializada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s